terça-feira, 21 de julho de 2009

Coisas que não acontecem no Brasil

Deu no Conversa Afiada, do Paulo Henrique Amorim.

Condenado pela terceira vez, Alberto Fujimori, ex-presidente do Peru, pega sete anos e meio de cadeia.

O notável PH reproduziu trecho da notícia que saiu no Estadão Oline:

LIMA – O ex-presidente do Peru Alberto Fujimori foi condenado hoje a sete anos e seis meses de prisão por ter entregue ilegalmente US$ 15 milhões, retirados de fundos públicos, ao seu ex-chefe de inteligência Vladimiro Montesinos. O tribunal, presidido pelo juiz César San Martín, concluiu que Fujimori é culpado dos delitos de peculato e falsidade ideológica e que os feitos ilícitos têm como agravante o fato de terem sido “premeditados e planejados”.

Cada vez que leio sobre ex-presidentes – sejam estes ditadores ou eleitos pelo voto democrático – que cometeram irregularidades quando no poder, sobretudo na América Latina, me sinto profundamente contrariado e me vem aquela inquietante interrogação: por que só no Brasil as coisas tem que ser diferentes?

No Brasil os ditadores que perseguiram, torturaram e mataram centenas de pessoas estão livres de responder qualquer processo e são até capazes ainda de darem entrevistas para a revista Veja ou à Folha que apoiou a ditadura e disse que ela até foi branda. (O Paulo Henrique Amorim identifica a Folha de São Paulo como a ditabranda).

No Brasil Fernnando Collor confiscou a Poupança dos brasileiros, quebrou o País e o envolveu numa rede de corrupção e escândalos, foi cassado e hoje é Senador da República.

Personagens donos de uma ficha suja tipo um Paulo Maluf ou Jader Barbalho não encontram dificuldades e se elegem deputados federais.

Parece que a Justiça de lá pode até tardar, mas não tem falhado, ao passo que a nossa... Bem vai custar muito a chegar o dia em que veremos, por exemplo, um Daniel Dantas na cadeia.

Os peruanos devem sentir um orgulho danado dos seus juíses, ao contrário de nós que temos uma justiça onde o presidente da sua maior corte é dono de negócios e emprega em suas empresas jornalistas que trabalham para emissoras de televisão conservadoras e que tem como objetivo principal derrubar o Presidente da República.
Aqui o Presidente do Supremo concede entrevistas para antecipar a sua opinião e o seu voto sobre uma questão qualquer que não se sabe nem ao menos quando chegará para julgamento no STF.

O título dessa crônica, poderia ser também “Coisas que só acontecem no Brasil”.
Fica até fácil para a grande mídia falar da Bolívia ou da Venezuela – já que falar de Cuba sem Fidel Castro não tem mais graça – enquanto se omite em questionar os grandes temas de interesse nacional.

Voltando ao assunto, veja como PHA faz o fechamento da nóticia da prisão de Fujimori. Ele traça em poucos parágrafos, alguns paralelos entre o que ocorreu a ex-presidentes na América Latina, e escreve:

O Governo do Farol de Alexandria (Fernando Henrique Cardoso – Orlando) foi o ÚNICO do mundo a apoiar publicamente a terceira eleição de Fujimori..A embaixada do Brasil em Lima era uma extensão do escritório de Vladimiro Montesinos, o espião-chefe de Fujimori, que foi preso pela CIA, porque trocava armas por cocaína da Colômbia..
Fujimori renunciou à Presidência por fax e fugiu para o Japão..
Fujimori foi o campeão do neoliberalismo no Peru..
O campeão do neoliberalismo no México, Carlos Salinas de Gortari, fugiu para a Irlanda..
O campeão do neoliberalismo no Chile, Augusto Pinochet, morreu em prisão domiciliar e só não foi para a cadeia porque deu parte de maluco..
O campeão do neoliberalismo na Argentina, Carlos Menem, não pode ver um carro da Polícia que sai a correr..
Aqui, o campeão do neoliberalismo, o Farol de Alexandria, recebe US$ 50 mil por palestra, mais o jatinho alugado..
(E Daniel Dantas está solto …).”

Lula só não será presidente pela terceira vez porque não quis e não quer.
FHC só não foi para o 3º mandato porque aí já seria imoralidade demais. Ele não foi porque não pode. Mas ainda criou a reeleição, subornando o Congresso com a flagorosa e escandalosa compra de votos na Câmara dos Deputados. Coisa que a mídia escondeu, e esconde até hoje.

Mas apoiou a 3ª ;eleição de Fujimori , no Peru. E deu no que deu. Fujimori e FHC são o que são. Cada um a sua maneira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Postar um comentário